sexta-feira, 30 de março de 2012

LIVRO: 'JARDIM DA LUZ, UM MUSEU A CÉU ABERTO'




ORGANIZADO CRONOLOGICAMENTE E COM TEXTOS INDEPENDENTES, O LIVRO DE CARLOS DIAS E RICARDO OTHAKE (ED. SENAC, R$ 69,00) REÚNE DEPOIMENTOS, REPORTAGENS, DOCUMENTOS, FOTOS E PESQUISAS SOBRE A EVOLUÇÃO DO JARDIM, NO BAIRRO DA LUZ, AO LONGO DE SEUS 200 ANOS. BEM QUE UM PROJETO DE REFORMA SIMILAR PODERIA CONTEMPLAR O NOSSO PARQUE DAS CRIANÇAS -E AVANÇAR RUMO AO RIACHO PAJEÚ...

quarta-feira, 28 de março de 2012

CAATINGA: BABOSA (ALOE VERA)




PLANTA MEDICINAL NATURAL DO NORTE DA ÁFRICA (É TIDA COMO UM DOS SEGREDOS DE BELEZA DA CLÉOPATRA), A BABOSA (ALOE VERA) PERTENCE À FAMÍLIA DAS LILIÁCEAS (LILLIACEAE) -APESAR DO ASPECTO DE CACTO: SUAS BELAS FOLHAS VERDES SÃO ESPINHOSAS... RESISTENTE, SUPORTA SOL PLENO, MEIA-SOMBRA, POUCA REGA E VARIAÇÕES BRUSCAS DE TEMPERATURA. APRESENTA FLORES NAS CORES AMARELAS, BRANCAS, VERMELHAS E LARANJAS...PODE SER USADA EM VASOS OU COMPOR RENQUES NUM JARDIM...

terça-feira, 27 de março de 2012

ESCULTÓRICA: IUCA




DESPROVIDA DE CAULE, DE TEXTURA SEMI-LENHOSA,A IUCA (YUCCA FILLAMENTOSA) É LARGAMENTE USADA NO PAISAGISMO DEVIDO À SUA RUSTICIDADE E BELEZA. APRESENTA FOLHAS VERDE-AZULADAS, LONGAS, LANCEOLADAS, BASAIS E DISPOSTAS EM ROSETA. SUA INFLORESCÊNCIA É ALTA, CÔNICA, EM ESPIGA E CHEGA A ALCANÇAR 3,5M DE ALTURA. APÓS A FLORAÇÃO E FRUTIFICAÇÃO, CONTUDO, A PLANTA MORRE E DÁ ORIGEM A FILHOTES QUE BROTAM NA BASE. FACILMENTE ADAPTÁVEL, A IUCA VAI BEM EM LOCAIS FECHADOS MAS TAMBÉM RESISTE AO SOL PLENO. AS REGAS PRECISAM SER ESPAÇADAS, DEIXANDO O SOLO SECO NA MAIOR PARTE DO TEMPO.

segunda-feira, 26 de março de 2012

ARBUSTIVA: PACOVÁ




PLANTA DE PEQUENO PORTE NATURAL DO BRASIL, CUJAS FOLHAS VERDE ESCURAS SE PROJETAM DESDE A BASE, O PACOVÁ (PHILODENDRUM MARTIANUM) É MUITO USADO EM VASOS. ORIGINALMENTE UMA PLANTA EPÍFITA (QUE NASCE SOBRE OUTRAS PLANTAS), NÃO SUPORTA SOL DIRETO -QUE PODEM QUEIMAR SUAS FOLHAS. ESPORADICAMENTE APRESENTA SUA FLOR, QUE CHAMA A ATENÇÃO POR SEU FORMATO INUSITADO...

quarta-feira, 21 de março de 2012

FLORES: AMARÍLIS OU AÇUCENA




TAMBÉM CONHECIDA POR FLOR DA IMPERATRIZ, A AÇUCENA (AMARILLIS HIPPEASTRUM HYBRIDUM) É UMA PLANTA HERBÁCEA BULBOSA QUE ATINGE, NO MÁXIMO, A ALTURA DE UM METRO. É USADA PARA FINS ORNAMENTAIS POR CONTA DE SUAS FLORES -GRANDES E DE CORES VARIADAS: ROSA, LARANJA, VERMELHO...
EMBORA NECESSITE DE SOL PLENO PARA CRESCER SAUDÁVEL, PODE TER AS PÉTALAS QUEIMADAS PELO SOL DE MEIO-DIA. MUITO CULTIVADA EM VASOS, PODE ADORNAR JARDINS EM MACIÇOS, BORDADURAS E COMPOSIÇÕES.

sexta-feira, 16 de março de 2012

TENDÊNCIA: CLÁSSICOS DO DESIGN PARA USO EXTERNO


UMA TENDÊNCIA RECENTE, QUE SURGIU COMO UMA EVOLUÇÃO NATURAL DA CRESCENTE SOFISTICAÇÃO APRESENTADA PELOS MÓVEIS VOLTADOS PARA USO EXTERNO, É A ADAPTAÇÃO DE CLÁSSICOS DO DESIGN PARA USO OUTDOORS. FOI O QUE ACONTECEU COM AS COLEÇÕES LC2 E LC3, DE LE CORBUSIER. CONCEBIDAS EM 1928, AS PEÇAS -QUE SEUS CRIADORES CHAMAVAM DE 'CESTAS DE ALMOFADAS'- FORAM A RESPOSTA MODERNISTA À TRADICIONAL POLTRONA DE BRAÇOS, OU CLUB CHAIR. EXTERNALIZANDO A ESTRUTURA DAS PEÇAS, COM SEUS TUBOS DE AÇO QUE CONTINHAM AS ALMOFADAS RESILIENTES, A COLEÇÃO VIROU UM ÍCONE DO DESIGN MUNDIAL.

NA VERSÃO OUTDOOR, OS TUBOS SÃO DE AÇO INOX AISI 304, POLIDOS MANUALMENTE,E RECEBEM UM BANHO DE PRATA -O QUE TORNA O MATERIAL EXTREMAMENTE RESISTENTE À CORROSÃO, EMBORA VÁ SOFRER OS EFEITOS DE UM PROCESSO DE PÁTINA COM O PASSAR DO TEMPO...JÁ OS TECIDOS USADOS SÃO SUNBRELLA, DO TIPO USADO EM IATES. PREÇOS? A LC3 GRAND ARMCHAIR CUSTA US$ 4.570,00, ENQUANTO O SOFÁ DE DOIS LUGARES LC3 SAI POR US$ 7.415,00. EXCLUSIVIDADE DA REDE AMERICANA DWR -DESIGN WITHIN REACH...

quinta-feira, 15 de março de 2012

ADORNO: VASOS PANTONE




PRODUZIDOS PELA ALEMÃ SERAX, OS VASOS DA COLEÇÃO PANTONE LEVAM CORES AOS JARDINS DE VASOS, PERMITINDO BELAS COMPOSIÇÕES E DESTACANDO AS PLANTAS QUE CONTÉM.

quinta-feira, 8 de março de 2012

PRANCHETA: SÍTIO CORAÇÃO DE TIA, HORIZONTE-CE



PROJETO DA PAVILHÃO DE LAZER PARA APRAZÍVEL SÍTIO NO MUNICÍPIO DE HORIZONTE. ELEMENTO PRINCIPAL, O PAVILHÃO ESTRUTURADO EM TORAS DE CARNAÚBA TEM O FORMATO OCTAGONAL E TELHADO DO TIPO PÉTALA, COM BORDAS ENTRE PILARES ARRENDONDADAS. TRATA-SE DE UM TÍPICO EXEMPLAR DA ARQUITETURA VERNACULAR ENCONTRADA NA REGIÃO A SER EXECUTADO POR UM EXÍMIO TELHADISTA LOCAL.

UMA PASSARELA COBERTA POR VARETAS E PELA TREPADEIRA FALSA-VINHA (01), INTERLIGA A CASA EXISTENTE AO PAVILHÃO E AO BLOCO DE SERVIÇO MAIS ALÉM -COM VESTIÁRIOS, DEPÓSITO, CHUVEIRÕES E CAIXA-D'ÁGUA. UMA CERCA VIVA DE PINGO DE OURO (02) CONTORNA O LIMITE SUL DA PROPRIEDADE E SERVE DE MOLDURA, COM SEU TOM LUMINOSO DE VERDE, PARA O RENQUE DE AGAVES (03) E PARA O VOLUME REVESTIDO EM PASTILHAS CERÂMICAS AZUIS DA CASCATA.

EMOLDURANDO O PAVILHÃO, RENQUES DE MORÉIA (04) E UM CANTEIRO LONGILÍNEO DE SÁLVIA VERMELHA (05), PONTUADO POR UMA LINHA DE TRÊS PALMEIRAS PALMITO-JUÇARA(06). RESGUARDANDO A PARTE DE TRÁS DA CHURRASQUEIRA, VOLUMES VERTICAIS DE PODOCARPO (07) E PALMEIRAS RÁPIS (08). PODOCARPOS TAMBÉM PONTUAM A PERSPECTIVA AO SUL DA PASSARELA, EM UM CONTRAPONTO DE COR E VERTICALIDADE COM AS ESPÉCIES VIZINHAS -AGAVE E PINGO DE OURO.

ENVOLVENDO AS ÁRVORES EXISTENTES, ONDE FORAM DEPENDURADAS LAMPARINAS, AS FOLHAS ESCULTURAIS DAS COSTELAS-DE-ADÃO (09). NA FORRAÇÃO, GRAMA ESMERALDA (10), PEDRISCOS E SEIXOS ROLADOS.