quinta-feira, 30 de junho de 2011

ÁRVORE: IPÊ OU PAU D'ARCO




APRECIADO PELA QUALIDADE DE SUA MADEIRA (USADA NA FABRICAÇÃO DE ARCOS DE VIOLINOS E OUTROS INSTRUMENTOS MUSICAIS -DAÍ O NOME POPULAR DE PAU D'ARCO!), ALÉM DE SERVIR PARA FINS ORNAMENTAIS E DECORATIVOS, A ÁRVORE DO IPÊ PODE ATINGIR ATÉ 30M DE ALTURA. A COPA GENEROSA, À ÉPOCA DA FLORAÇÃO, NO INVERNO, PERDE TOTALMENTE AS FOLHAS PARA DAR LUGAR AS FLORES -UM ESPETÁCULO DA NATUREZA QUE PODE TER OS TONS DE BRANCO, AMARELO, ROXO OU ROSA.
ÁRVORE TIPICAMENTE BRASILEIRA, O IPÊ (TABEBUIA IMPETIGINOPA), NÃO TEM RAÍZES AGRESSIVAS, QUANDO ADULTAS SÃO MUITO TOLERANTES AOS PERÍODOS DE SECA -O QUE EXPLICA SUA DIFUSÃO POR GRANDE PARTE DO BRASIL, DA MATA ATLÂNTICA À CAATINGA.
DESTAQUE AINDA PARA O USO MEDICINAL, NO CASO PRINCIPALMENTE DO IPÊ-ROXO, CUJA RASPA DO TRONCO É USADA COMO ANTI-INFLAMATÓRIO.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

USO INTERNO: HOME-THEATER NA VARANDA


EM PROPOSTA PARA A LOCAÇÃO DE HOME-THEATER NA AMPLA VARANDA DE UMA RESIDÊNCIA DOS ANOS 70, A VALORIZAÇÃO DO JARDIM DE INVERNO ORIGINAL DA CONSTRUÇÃO FOI ESSENCIAL. OS VASOS PENDENTES COM RIPSÁLIS TEM COMO CONTRAPONTO UM JOGO DE VOLUMES DE VASOS COM BUXINHOS EM TOPIARIA E CANTEIROS COM COMIGO-NINGUÉM-PODE. A ESTÁTUA DA CORUJA, XODÓ DA PROPRIETÁRIA, REINA IMPONENTE.

terça-feira, 28 de junho de 2011

PALMEIRA: PALMITO-JUÇARA



ESTRELA DA MATA ATLÂNTICA, A PALMEIRA PALMITO-JUÇARA (EUTERPE EDULIS MARTIUS) TEM UMA DENSA E BELA FOLHAGEM QUE PODE ALCANÇAR ATÉ 20 METROS DE ALTURA. PRODUZ GRANDE QUANTIDADE DE FRUTOS QUE, MADUROS, ADQUIREM A COLORAÇÃO PRETA. NO CONTEXTO ECOLÓGICO, A ESPÉCIE É FUNDAMENTAL NA DIETA ALIMENTAR DE HERBÍVOROS VERTEBRADOS E INVERTEBRADOS, POIS SEUS FRUTOS AMDURECEM EM ÉPOCA DE ESCASSEZ GERAL DE ALIMENTOS.

ALÉM DA REDUÇÃO DA ÁREAS FLORESTAIS, O PALMITEIRO TEM SUA REGENERAÇÃO COMPROMETIDA PELA INTENSA EXPLORAÇÃO DO PALMITO. COMO A PALMEIRA LEVA DE SEIS A NOVE ANOS PARA PRODUZIR SEMENTES, A RETIRADA DO PALMITO DE ÁRVORES IMATURAS IMPEDE A COMPLEMENTAÇÃO DO SEU CICLO REPRODUTIVO, PROVOCANDO ASSIM SEU DESAPARECIMENTO.

ALIADO AO MANEJO SILVICULTURAL DO PALMITEIRO, ESTIMULA-SE SUA PRESERVAÇÃO AO DIFUNDIR SEU USO NA ORNAMENTAÇÃO DE JARDINS E NO ADENSAMENTO OU ENRIQUECIMENTO FLORESTAL. MEU PRIMEIRO CONTATO COM A PALMEIRA JUÇARA DEU-SE EM SÃO LUÍS, ONDE BOLSÕES DE MATA NATIVA AINDA PERSISTEM EM MEIO AO ADENSAMENTO URBANO CRESCENTE DA CIDADE. DESDE ENTÃO, SEMPRE QUE POSSÍVEL, PROCURO USÁ-LA NOS MEUS PROJETOS.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

PRANCHETA: JARDIM DE COND. RESIDENCIAL


PROJETO DE PAISAGISMO PARA NOVA PORTARIA DE CONDOMÍNIO RESIDENCIAL. NO LOCAL DA ANTIGA ENTRADA, SERÁ CRIADO UM CANTEIRO ENTRE O GRADIL QUE PROTEGE A NOVA PRAÇA COBERTA E A CALÇADA -SOBRE A FORRAÇÃO DE HERA-ROXA/2 (VER FORRAÇÃO), RENQUES DE AGAVE/1 (VER ESCULTÓRICA) EVITARÃO APROXIMAÇÕES INDESEJADAS; EM CONTRAPONTO, A VERTICALIDADE DE PALMEIRAS JUÇARA/3 (VER PALMEIRAS). UMA CERCA VERDE DE PODOCARPO/4 (VER TOPIARIA) DÁ PRIVACIDADE AOS USUÁRIOS DO NOVO ESPAÇO COBERTO.

O NOVO PERCURSO CRIADO SERÁ ADORNADO POR UMA PÉRGOLA DE MASSARANDUBA DE ONDE PENDERÃO RAMOS E FLORES DE ALAMANDA/6 (VER TREPADEIRA), PLANTADAS DIRETAMENTE NO SOLO.
ENTRE O PASSEIO E O GRADIL EXTERNO, UM RENQUE DE CAMÉLIAS/5 (VER FLORES) GANHA DESTAQUE COM SUAS FOLHAS DE UM VERDE BRILHANTE E, CLARO, AS BELAS FLORES. NA FORRAÇÃO GERAL, GRAMA ESMERALDA(VER FORRAÇÃO).

terça-feira, 21 de junho de 2011

ENTRE ASPAS: "NOSSOS COQUEIRAIS"


" O QUE SERIA DAS PRAIAS CEARENSES SEM OS COQUEIRAIS?O QUE SERIA DE IRACEMA SEM COQUEIROS?... AMO A SUA MARAVILHOSA PRESENÇA, SÃO ELES QUE COMPLETAM A IMAGEM PARADISÍACA DESSA PAISAGEM. PORQUE CRIAM UMA SENSAÇÃO DE LEVEZA E SERENIDADE. NAS BRISAS ELES BALANÇAM COM UMA SUAVIDADE QUASE SENSUAL, FARFALHANDO UNS SONS AGRADÁVEIS, ACALANTO OU CANTIGA DE DORIVAL. TALVEZ EU OS APRECIE TANTO POR TEREM SIDO PRESENÇAS DE MINHA INFÂNCIA -LEMBRO QUE NOSSA CASA NA AQUIDABÃ TINHA AO LADO UM AREAL COM COQUEIROS. TODA FORTALEZA ERA PONTUADA DE COQUEIRAIS, O QUE LHE DAVA UMA ATMOSFERA INCOMPARÁVEL. AINDA MAIS, AO LUAR!

ALGUNS BOTÂNICOS AFIRMAM QUER O COQUEIRO FOI INTRODUZIDO NO BRASIL EM 1553, TEMPO DO PADRE MANOEL DA NÓBREGA E DA MINHA ORIBELA; E A TEMPO DE SE ESPALHAR, ATÉ DAR NA COSTA CEARENSE E ENSOMBRAR AS ALVAS AREIAS ONDE PISAVA NOSSA ÍNDIA MÍTICA. O PORTUGUÊS GABRIEL SOARES DE SOUZA ANOTAVA, NA SEÇÃO DAS ÁRVORES TRANSPLANTADAS, QUE AS PALMEIRAS QUE DAVAM COCOS CRESCIAM BEM MELHOR AQUI DO QUE NA ÍNDIA, BASTANDO ENTERRAR UM COCO EM TERRAS ARENOSAS, ESPERAR, SEM REGAS OU MAIORES CUIDADOS, E A PALMEIRA DAVA FRUTOS EM CINCO A SEIS ANOS, QUANDO NA ÍNDIA ERAM PRECISOS VINTE ANOS PARA FRUTIFICAR. E QUE OS PRIMEIROS COCOS FORAM PARA A BAHIA LEVADOS DE CABO VERDE.

CONCORDO COM OS ESTUDIOSOS, MAS EU GOSTAVA MAIS QUE OS COCOS VIESSEM FLUTUANDO PELOS OCEANOS E CHEGANDO AQUI POR CONTA PRÓPRIA, SEDUZIDOS POR NOSSAS PRAIAS E QUERENDO POVOÁ-LAS DE DOÇURAS E BELEZAS, E FAZEREM PARTE DA LENDA DE IRACEMA, DAS PINTURAS DO ROMANTISMO, DAS CANÇÕES DE PESCADORES.

QUERIA QUE REPLANTASSEM OS COQUEIRAIS DA MINHA PRAIA DE IRACEMA. POIS A ÍNDIA FOI ENTERRADA AO PÉ DO COQUEIRO QUE MARTIM AMAVA E, DIZ A LENDA, QUE QUANDO O VENTO DO MAR SOPRAR NAS PALMAS, IRACEMA PENSARÁ QUE É A VOZ DE SEU AMADO QUE FALA ENTRE SEUS CABELOS..."
(TRECHO DO BELO TEXTO DE ANA MIRANDA, PUBLICADO IN JORNAL O POVO, 19/06/2011)

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ADORNO: BANQUETA STARCK


UMA PEÇA DE DESIGN PARA ADORNAR A VARANDA, A PÉRGOLA, O PAVILHÃO DE LAZER... EM CERÂMICA, COM 30CM DE DIÂMETRO E ALTURA DE 48CM, A BANQUETA DO DESIGNER FRANCÊS PHILLIP STARCK FAZ TODA A DIFERENÇA - E POR R$ 271,00, NO DIVINOESPACO.COM.BR.

terça-feira, 14 de junho de 2011

FLORES: CAMÉLIA



ORIGINÁRIA DO EXTREMO ORIENTE, A CAMÉLIA (CAMELLIA JAPONICA) É UM ARBUSTO DE FOLHAGEM VERDE BRILHANTE QUE SE MANTÉM FIRME O ANO TODO E PRODUZ FLORES ISOLADAS, DE EXTREMA BELEZA, NAS CORES BRANCA, ROSA E VERMELHA.
CULTIVADA EM JARDINS OU VASOS, AS FLORES SE ABREM COM A LUZ SOLAR INTENSA E FECHAM NO FIM DO MESMO DIA. PEDE SOLO ARENOSO, BEM DRENADO E NÃO MUITO ÁCIDO. AS REGAS DEVEM SER DIÁRIAS ATÉ PEGAR. DEPOIS, 2 VEZES POR SEMANA.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

MOBILIÁRIO: TAMANDUÁ BANDEIRA, DO RIO PARA O MUNDO







CRIADA EM 1998. QUANDO OS DESIGNERS ROBERTO BERNARDO E FERNANDO MENEZES DECIDIRAM UNIR EXPERIÊNCIAS DE MAIS DE 20 ANOS NO RAMO, A MARCA ESPECIALIZADA EM PEÇAS PARA EXTERIORES COM SEDE NO RIO TEM HOJE REPRESENTANTES ESPALHADOS PELO BRASIL -NO CEARÁ, A LOJA VARANDAS, NO EUSÉBIO CENTER.

COM VENDAS TAMBÉM PARA O MERCADO EXTERNO, OS MÓVEIS USAM MADEIRAS DE REFLORESTAMENTO OU DE MANEJO FLORESTAL E TEM UM DESIGN INSPIRADO NA CULTURA, NA TERRA, NA MISCIGENAÇÃO DA GENTE BRASILEIRA -QUE SE REFLETE NUMA INFORMALIDADE E DESPOJAMENTO ALIADOS AO CONFORTO QUE CONVIDAM AO USUFRUTO.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

FLORES TROPICAIS: HELICÔNIA



TAMBÉM CONHECIDA COMO BANANA-SELVAGEM, A HELICÔNIA (HELICONIA ROSTRATA) É ORIGINÁRIA DA AMAZÔNIA. PRODUZ BELAS INFLORESCÊNCIAS -SEMPRE PENDENTES, O COMPRIMENTO VARIANDO CONFORME A QUANTIDADE DE FLORES. AS BRÁCTEAS SÃO DE COLORAÇÃO VERMELHO VIVO COM BORDAS AMARELAS E VERDES. AS FLORES, PEQUENAS E BRANCAS, SURGEM NO INTERIOR DESTAS.
DA FAMÍLIA DA BANANEIRA, TEM FOLHAS LARGAS E CHEGA A ATINGIR MAIS DE 2M DE ALTURA. VAI BEM À SOL PLENO OU MEIA-SOMBRA, EM RENQUES E MACIÇOS.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

ESCULTÓRICA: BAMBU





O BAMBU DA ESPÉCIE 'BAMBUSA VULGARIS' É MUITO DIFUNDIDO NO PAÍS, EMBORA SEJA ORIGINÁRIO DA CHINA. POSSUI GROSSOS COLMOS QUE CRESCEM EM TOUCEIRA (RIZOMAS PAQUIMORFOS). UMA VARIAÇÃO DESTA ESPÉCIE É A 'BAMBUZA VULGARIS VITTATA', TAMBÉM CHAMADA DE BAMBU BRASILEIRO OU BAMBU IMPERIAL.

JÁ O 'BAMBUSA LAKO', CONHECIDO COMO 'BLACK TIMBER BAMBOO' TEM COLMOS NEGROS ENQUANTO OS DA ESPÉCIE 'BAMBUSA VENTRICOSA', CONHECIDO COMO BHUDA'S BELLY, TEM OS ENTRENÓS INCHADOS. OUTRO BAMBU MUITO APRECIADO É O MOSO, DO GÊNERO PHYLLOSTACHYS - O PUBESCENS (VER POSTAGEM ESCULTÓRICA DE FEV/2011) E O EDULIS. SÃO USADOS PARA OBTENÇÃO DOS BROTOS COMESTÍVEIS E PARA A FABRICAÇÃO DE LAMINADOS PARA PISO E PAINÉIS.

"O BAMBU É A PLANTA QUE CRESCE MAIS RÁPIDO NO MUNDO. EXISTEM MAIS DE 1000 ESPÉCIES, DIVIDIDAS EM 70 SUBGRUPOS, E PODEM VIVER EM QUALQUER AMBIENTE. O BAMBU É UM DOS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO MAIS IMPORTANTES PARA AS ECONOMIAS ASIÁTICAS E ESTÁ RAPIDAMENTE GANHANDO POPULARIDADE EM TODO O MUNDO DEVIDO A SUA CAPACIDADE DE RENOVAÇÃO E FACILIDADE DE CULTIVO E COLHEITA. É CAPAZ DE CRESCER MAIS DE 100CM POR DIA DEVIDO A UM SISTEMA DE RIZOMA INDEPENDENTE, DEPENDENDO DO SOLO E DO CLIMA DO LOCAL ONDE ESTIVER PLANTADO. TEM IMPORTÂNCIA CULTURAL E ECONÔMICA NA ÁSIA ORIENTAL E SUDESTE ASIÁTICO. É O QUE EXISTE DE MAIS PODEROSO PARA A CONSTRUÇÃO DE ANDAIMES; QUANDO LAMINADO SERVE PARA O DESENVOLVIMENTO DE PRANCHAS E COMPENSADOS; E SUAS FIBRAS JÁ SÃO UTILIZADAS NO PROJETO DE TECIDOS E ROUPAS. O BAMBU É UM ALIMENTO DELICIOSO E OS BROTOS SÃO UM LUXO DA CULINÁRIA ORIENTAL. HÁ MUITOS MITOS QUE CERCAM A PLANTA. UM DELES SE REFERE À FLEXIBILIDADE. O BAMBU VERGA, MAS NÃO QUEBRA. SUPORTA TEMPORAIS SEM PERDER O EIXO. CURVA NAS TEMPESTADES, DEIXANDO O PIOR PASSAR, PARA NOVAMENTE FECUNDAR O SOLO COM SUAS RAÍZES PODEROSAS -ELAS TEM 2 VEZES O TAMANHO DO CAULE- E RECHEAR OS GALHOS DE BROTOS. SÃO OS ATOS HEÓICOS DA NATUREZA."(MAILING REVISTA BAMBOO)