sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

FOTOGRAFIA: A INUSITADA CROOKED FOREST DE GRYFINO, POLÔNIA

400 ÁRVORES DE PINHO COM TRONCOS TORCIDOS SÃO O DIFERENCIAL DA FLORESTA SITUADA PRÓXIMA À GRYFINO, NO NOROESTE DA POLÔNIA, PRÓXIMO À FRONTEIRA ALEMÃ. AS TEORIAS SOBRE O INUSITADO FORMATO DOS TRINCOS VARIAM DE UMA TÉCNICA DESCONHECIDA PARA CRIAR MADEIRA NATURALMENTE CURVA PARA BARCOS E MOBILIÁRIO ATÉ UMA FORTE NEVASCA QUE TERIA PROVOCADO O EFEITO NAS ÁRVORES. O MISTÉRIO CONTINUA...

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

FLORES: CRAVINA

PLANTA HERBÁCEA SEMI-PERENE, A CRAVINA (DIANTHUS CHINENSIS) TEM FOLHAS ESTREITAS E CAULE VERDE-ACINZENTADO COM ENTRENÓS DE VERDE AMARELADO.
AS FOLHAS TEM PÉTALAS RECORTADAS NAS BORDAS, CÁLICE ESTREITO E CORES QUE VARIAM DO BRANCO AO CARMIN. A ESPÉCIE PREFERE AMBIENTES BEM ILUMINADOS E TERRA RICA EM COMPOSTOS ORGÂNICOS.
CULTIVADAS EM CANTEIRO, TENDE A FORMAR DENSOS MACIÇOS - A DENSA INFLORESCÊNCIA IMPRIME UM BELO EFEITO VISUAL. TAMBÉM SE ADEQUA BEM A VASOS - ESPECIALMENTE OS DO TIPO BACIA.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

ADORNO: LUDE | IRREVERENTE BANCO-VASO BY MOBLO

A MOBLO É UMA EMPRESA DE TABOÃO DA SERRA(SP) QUE PRODUZ UM MOBILIÁRIO ÚNICO E DIFERENCIADO, CRIADO EM POLIETILENO A PARTIR DE UM MODERNO PROCESSO INDUSTRIAL.
O IRREVERENTE E POLIVALENTE BANCO-VASO DA LINHA LUDE É UM BELO EXEMPLO. COM 39 CM DE DIÂMETRO E 45 CM DE ALTURA, PODE FUNCIONAR COMO VASO, ASSENTO E APOIO PARA OS PÉS. MAIS INFORMAÇÕES: www.moblo.com.br

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

TENDÊNCIA: AIR PLANTS | BELAS ESPÉCIES QUE VIVEM DE BRISA

PERTECENTES A UMA SUBFAMÍLIA DAS BROMÉLIAS, AS TILLANDSIAS SÃO CONHECIDAS COMO 'AIR PLANTS' PORQUE CRESCEM COM OS NUTRIENTES PRESENTES NO AR.
COM 400 ESPÉCIES ENCONTRADAS EM DESERTOS E MATAS DA AMÉRICA DO SUL, MÉXICO E ESTADOS UNIDOS, ELAS VIRARAM FEBRE NO EXTERIOR. NO BRASIL, HÁ CERCA DE 40 TIPOS.
BELAS E ESCULTÓRICAS, SÃO MANTIDAS COM REGAS ESPORÁDICAS E PODEM ATÉ FLORIR. VERSÁTEIS, SÃO IDEIAS PARA USO EM TERRÁRIOS...

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

MOBILIÁRIO: NOVO DESTINO PARA AS SERINGUEIRAS APÓS O FIM DO CICLO DE EXTRAÇÃO DO LÁTEX

APÓS O FIM DO CICLO DE EXTRAÇÃO DO LÁTEX, QUE DURA EM MÉDIA 35 ANOS, AS SERIGUEIRAS COSTUMAM VIRAR LENHA. ESSE DESTINO COMEÇOU A SER REINVENTADO QUANDO O PRESIDENTE DA MADEIREIRA MADEIBOR, FERNANDO GENOVA, DESCOBRIU QUE PODERIA APROVEITAR MELHOR AS ÁRVORES CULTIVADAS PELA EMPRESA NO INTERIOR PAULISTA. EM PAÍSES COMO TAILÂNDIA E A MALÁSIA, ELAS SÃO USADAS NA CONFECÇÃO DE MÓVEIS, APÓS UM TRATAMENTO ESPECIAL.
´DEPOIS DE CINCO ANOS PESQUISANDO O JEITO CERTO DE LIDERAR COM O MATERIAL, ELE CONVIDOU OS DESIGNERS ANDRÉ CRUZ, FERNANDO JAEGER, PAULO ALVES, SERGIO E JACK FERRER E ZANINI DE ZANINE A EXPERIMENTAR A MADEIRA EM CRIAÇÕES - QUE RESULTOU NA PROJETO SERINGUEIRA. MAIORES INFORMAÇÕES: www.madeibor.com.br